loader
VIRADA EMPREENDEDORA
COWORKING



clear

Falta de planejamento financeiro é um dos principais problemas do empreendedor brasileiro

A falta de planejamento em relação aos aspectos financeiros é uma das principais razões para o fracasso de empresas no Brasil. De acordo com dados do Sebrae, mais de 70% das micro e pequenas empresas brasileiras fecham as portas nos primeiros cinco anos de vida.

 

Por isso, para que um novo empreendedor obtenha sucesso é preciso seguir alguns cuidados quando o assunto é a vida financeira do novo negócio. Antonio De Julio, especialista em desenvolvimento pessoal e financeiro do programa Moneyfit, explica que "o futuro empreendedor precisa ter duas reservas financeiras distintas: a primeira pode ser chamada de 'bote salva-vidas pessoal' que deverá estar reservada apenas para ser usada caso o negócio dê errado".

 

De acordo com o especialista, essa reserva vai atender as necessidades básicas de uma pessoa e impedirá que a pessoa "quebre" caso tenha que abandonar o seu negócio.

 

Outro ponto fundamental para empreendedor é a definição de estratégias para que a própria empresa tenha uma reserva financeira de um ano no mínimo. "Essa segunda reserva que um empreendedor deve ter e que muitas vezes é esquecida na hora do planejamento, é a reserva de fluxo de caixa, que vai manter a empresa funcionando enquanto ela não conseguir lucrar o suficiente para suprir todas as despesas. Essa reserva também deve levar em conta as necessidades de sustento do(s) empreendedor(es).

 

Analisar os riscos

 

"Em relação à análise de risco, o empreendedor tem que ter a missão de separar o "emocional" do "racional", para realmente saber se está investindo seu tempo e dinheiro de forma correta. O segredo é saber o que fazer se der errado. Por mais que tenha planejamento, não temos controle total da situação", destaca Antonio De Julio.

 

Entender que não temos controle total da situação e que imprevistos podem surgir é um dos primeiros passos para evitar supresas desagradáveis e se preparar para superá-las.

 

Antonio De Julio alerta que "se o controle financeiro pessoal é importante para os momentos de turbulência nas nossas vidas, o controle financeiro da empresa com certeza é muito mais importante".

 

Veja abaixo os principais erros que um empreendedor deve evitar:

 

1) Agir mais com o emocional do que com a razão e pular algumas etapas importantes, como o planejamento de risco, se algo der errado.

2) Partir para o "tudo ou nada", associar sentimentos como a "fé" na hora de abrir uma empresa.

3) Não conhecer os aspectos legais da empresa ou do ramo que vai atuar, principalmente no que envolve alvarás e licenças de funcionamento.

4) Associar sentimentos à empresa, tratar ela como se fosse "um filho" e não saber como conduzir o barco corretamente.

5) Deixar de estudar profundamente o ramo de atividade e espaço no mercado brasileiro que está querendo atuar.

6) Deixar de fazer as duas reservas do "bote salva-vidas" e a de Fluxo de Caixa. 

Fonte: ADMINISTRADORES.com.br

Sobre o autor:
Administrador

LEIA MAIS

s
clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.