loader
VIRADA EMPREENDEDORA
COWORKING



clear

Startups: Sócios co-fundadores

“Estou abrindo uma Startup, devo ou não ter sócios co-fundadores?”

A resposta é simples e objetiva.

Sim!

Explico porquê:

Uma ideia não vale absolutamente nada. O processo de execução é o inicio de geração de valor para uma startup. Se o produto ou serviço tiver potencial, quanto mais executado, maior valor a startup terá.

Uma empresa, principalmente no início, exige vários tipos de conhecimentos de áreas diferentes e muita mão na massa. O primeiro fato que você precisa assumir é que você não é bom em tudo e não terá capacidades físicas de fazer tudo sozinho.

Para quem esta amadurecendo a ideia de abrir uma startup pela primeira vez, dividi-la com alguém, quase nunca é bem visto. São poucas as pessoas que concordam com esta ideia de bate-pronto. Afinal:

“Eu que tive a ideia! Eu que sou o mais experiente! Por que vou dividir a pizza com alguém se eu posso fazer tudo sozinho. Já imaginou se eu ganhar um milhão e ainda ter que dividir?”

Eu diria que todo mundo já teve este posicionamento pelo menos uma vez na vida, comigo não foi diferente. Infelizmente não tive alguém para me orientar a ter um sócio, então fui a luta e tentei fazer as coisas do meu jeito, tentei os pensamentos abaixo, nesta ordem:

  • Consigo fazer tudo sozinho. Resultado: Não consegui.
  • Consigo terceirizar tudo com India/China. Resultado: Saiu uma merda.
  • Consigo contratar gente boa. Resultado: Fiquei quebrado.

Esses pequenos e singelos pontos, resumiram vários anos da minha vida, e todas eles falharam até eu encontrar um modelo viável, sustentável no longo prazo e que não me deixasse quebrado até o fluxo de caixa da startup girar.

Conseguir um sócio por si só é um grande desafio. Vender a sua ideia para alguém, é vender um sonho que a pessoa precisa acreditar, para largar tudo, assumir um grande risco e além de tudo isso, ter que colocar dinheiro. Conseguir convencer um sócio de que a sua ideia vale todos os sacrifícios, é uma grande conquista.

Ele precisa ser escolhido a dedo, afinal você vai passar a maior parte do seu dia ao lado dele, muito mais do que encima do seu colchão, ou com a sua própria esposa/marido:

  • Muitas vezes o sócio nasce de uma grande amizade, mas não tenha pressa, escolha com calma uma pessoa que as ideias sejam compatíveis e que os objetivos de vida sejam similares.
  • Escolha alguém que você consiga discutir sem brigar, e se brigarem, e isso vai acontecer, que saibam rapidamente fazer as pazes sem guardar magoas.
  • Escolha alguém brilhante, inteligente, dedicado, esforçado, leal e confiável.

Fazendo isso, você trará muitas vantagens para sua startup:

  • Equilibrio: Se você tem a cabeça no céu, seria legal ter um sócio pé no chão.
  • Múltiplas especialidades: Se você conhece muito de tecnologia, seria legal ter um sócio que conheça muito de vendas e marketing.
  • Execução com qualidade: Enquanto você trabalhar na parte tecnológica do produto, seu sócio trabalhará na parte de divulgação e venda.
  • Mais capital: É ótimo ter alguém para dividir as despesas até o caixa se tornar positivo.

Para dar mais força aos argumentos, existem vários exemplos de grandes empresas que tiveram sociedades brilhantes:

  • Apple – Steve Wozniak e Steve Jobs
  • HP – Hewlett e Packard
  • Microsoft – Bill Gates e Paul Allen
  • Google – Larry Page e Sergey Brin

Depois de tudo isso dito, você ainda teima, é possível criar uma startup sem sócios?

Absolutamente, principalmente se você tiver capital suficiente e/ou esta não for sua primeira startup. Caso seja sua primeira startup, também é possível, mas é muito raro dar certo e eu não recomendo, vai arriscar?

Resumindo, a não ser que você conheça startups como ninguém ou seja rico, abra sua startup com sócios! 

Fonte: Marcelo Toledo (http://marcelotoledo.com/)

Sobre o autor:
Equipe RME

LEIA MAIS

s
clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.