loader
VIRADA EMPREENDEDORA
COWORKING



clear

Espaços de coworking oferecem a oportunidade para o empreendedor reforçar sua lista de contatos

 No Brasil, já existem várias empresas que oferecem esse serviço a preços que variam do tamanho do bolso e das necessidades do empresário. 


Com a intenção de reduzir custos com um escritório próprio, muitos empreendedores estão adotando os espaços de coworking como local para trabalhar e se reunir com clientes. Nesses espaços, também conhecidos como escritórios colaborativos, o empreendedor só paga pelas horas de uso da estrutura e fica sem obrigação mensal do aluguel e das demais despesas relativas a manutenção de uma sala comercial. No Brasil, já existem várias empresas que oferecem esse serviço a preços que variam do tamanho do bolso e das necessidades do empresário.

Além da economia proporcionada, os espaços de coworking oferecem a oportunidade para o empreendedor reforçar sua lista de contatos. Como são frequentados por empresários e profissionais de diversas áreas, a troca de experiências é um grande diferencial desses lugares. Neles, além de realizar seu trabalho rotineiro, é possível trocar ideias sobre o desenvolvimento de um novo produto, fechar sociedades, parcerias estratégicas e até novos negócios com os demais frequentadores. Para Ana Lúcia Fontes, CEO do espaço para coworking MyJobSpace, esse ambiente de troca de experiências e de ideias, proporcionados pelos escritórios colaborativos, são benéficos para quem tem seu próprio negócio:

– O empreendedor é muito sozinho, e muitas vezes quer uma opinião de outra pessoa sobre o que está fazendo. Trabalhar junto com outras pessoas reproduz o lado bom do mundo corporativo que é a troca de experiências entre colegas. Isto, os espaços de coworking oferecem. Já vi até sociedade se formando – conta a empresária.

O empreendedor Brunno Galvão da Cunha, frequentador do BeesOffice no Rio de Janeiro desde 2010, confirma as informações acima. Em uma conversa com o Ambiente Externo, Brunno disse que conheceu os sócios de sua empresa, o Holandês, através do espaço de coworking carioca. Ele recomenda que é necessário ser ativo em um escritório colaborativo, porém isso acontece de forma natural.

– Eu estava tocando um outro projeto, quando finalizei e comecei um novo com eles [seus sócios]. A troca de conhecimento e experiências, o companheirismo, o compartilhamento de networking fazem do coworking um ambiente próspero, um solo fértil para se trabalhar. Enxugar custos faz parte.

Para quem deseja entrar para o time dos “coworkers”, Ana Lúcia Fontes diz que alguns detalhes devem ser considerados ao escolher um escritório colaborativo. Entre eles estão a localização, tamanho dos espaços disponíveis e serviços inclusos no pacote. Ela acrescenta que o perfil do espaço também deve ser considerado na escolha. “alguns espaços de coworking são mais focados em determinados públicos”, explica.

 

 

FONTE: http://www.ambienteexterno.com

Fonte: Divulgação

Sobre o autor:
Equipe RME

OUTRAS NOTÍCIAS

2014

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.