loader
COWORKING



clear

Mulheres: hora de priorizar os seus sonhos

*Por Reinaldo Domingos


O mês de março é dedicado internacionalmente à figura da mulher, suas lutas, seus obstáculos históricos para a auto-afirmação, suas ambições pessoais e seus desejos. No dia 8 é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Essa data, mais do que uma homenagem, deve trazer a reflexão sobre qual o papel da mulher hoje na sociedade e, principalmente, sobre a inserção dela em um tema que se tornou fundamental: a educação financeira.

Hoje as mulheres necessitam superar diversas discriminações, muitas vezes tendo que se adaptar a cuidados com a casa e a família, com suas atividades profissionais. Isso leva muitas vezes a renúnicia de seus sonhos, dando lugar aos sonhos da família ou à busca da realização profissional.

Esses pontos são importantes, mas, só com eles a satisfação não será completa. As mulheres devem também realizar seus sonhos pessoais, e isso é possível através da educação financeira. O primeiro passo para isso é fazer um diagnóstico da sua vida financeira, é saber como realmente se encontram suas finanças e para onde vai cada centavo do dinheiro que ganha. Tendo isto em mãos, a mulher deve estabelecer seus sonhos. É importante deixar claro que não se deve ter apenas um objetivo, pois esses deverão ser divididos conforme o período que se pretende realizar, sendo, curto prazo, os que se realizarão em até um ano; médio prazo, o que se realizará entre um à dez anos, e longo prazo, acima de dez anos.

Deve-se ter em mente que ser educada financeiramente não é abdicar de consumir coisas que deseja, mas sim, estabelecer prioridades. Quando existem objetivos é muito mais fácil não comprar por impulso, pois, se avalia melhor se é isso quer. Assim, é importante para o universo feminino o consumo, mas este deve ser consciente. Não caindo nas armadilhas do marketing publicitário e do crédito fácil que levam à inadimplência.

Também é importante neste momento uma reflexão sobre o mito de as mulheres são compradoras compulsivas gastando mais do que os homens. Essa história não passa de mais um pensamento machista, já que as mulheres possuem um controle muito maior de suas finanças. O que muitas vezes proporciona a chance de adquirir mais bens que os homens.

Conversando com diversas mulheres pude observar que elas têm uma preocupação muito grande em detalhar os gastos que possuem. Também observei que esse mito nasceu porque as mulheres ficam na linha de frente da cadeia comercial. Um exemplo, quando as famílias necessitam comprar algum produto doméstico, geralmente quem realiza essa ação são as mulheres, a mesma coisa em relação à alimentos, roupas e medicamentos.

O problema que as mulheres modernas enfrentam atualmente é que elas possuem pouco tempo para administrar as finanças, já que também estão conquistando espaço no mercado de trabalho e como chefe de família. É fundamental entretanto que, com todas essas obrigações não se perca o direito de sonhar. Pois só o sonho que fará que ela conquiste sua independência financeira.

Com objetivo de auxiliar a busca pela realização de sonhos envio algumas dicas para mulheres:

1.    Fazer uma reunião familiar é o primeiro passo para a consciência financeira;

2.    Iniciar o diagnóstico financeiro anotando o apontamento diário de despesas, inclua em especial os pequenos gastos, até mesmo salão de beleza e gorjetas;

3.    Estabelecer os sonhos de curto até um ano, médio até dez anos e de longo prazo acima de dez anos;

4.    Tenha sempre no mínimo três sonhos, saiba o quanto custa, o quanto guardará e em quanto tempo realizará;

5.    Independente de ter atividades dentro ou fora de sua casa é preciso que tenha um plano de aposentaria seja previdência privada ou outro investimento de longo prazo;

6.    Atacar as despesas em excesso e supérfluas é fundamental para o sucesso financeiro;

7.    Elaborar um orçamento financeiro onde no mesmo deverá reservar dinheiro primeiro para os sonhos e o que sobrar adequar ao novo padrão de vida;

8.    Guardar dinheiro para realização dos sonhos e adequar estes investimentos ao tempo destes sonhos;

9.    Mais vale estar educada financeiramente e ter bom controle financeiro, do que trinta anos de trabalho;

10. Se você mulher respondeu que não consegue manter seu atual padrão de vida por mais de cinco anos é preciso repensar a forma de administrar seu dinheiro e fazer novas escolhas.

* Reinaldo Domingos é educador e terapeuta financeiro, autor dos  livros: Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, O Menino do Dinheiro – Sonho de família, O Menino do Dinheiro – Vai a escola, Ter Dinheiro não tem segredo, O Menino o dinheiro e os três cofrinhos e da primeira Coleção didática de Educação Financeira para o ensino básico. 

Fonte: Divulgação

Sobre o autor:
Equipe RME

OUTRAS NOTÍCIAS

2014

clear
NEWSLETTER
Receba notícias e novidades para ajudar você e seu negócio:
ASSINAR

SEGMENTOS
REALIZAÇÃO



Este portal foi desenvolvido pela Objecta internet, uma agência digital engajada com a iniciativa empreendedora e com os resultados online das pequenas empresas.